11 truques para organizar melhor uma casa pequena | homify

11 truques para organizar melhor uma casa pequena

Sílvia Cardoso – homify Sílvia Cardoso – homify
Modesto Crespo Ruang Makan Modern
Loading admin actions …

Numa casa ou apartamento pequeno, é importante organizar o espaço de forma a que tenhamos arrumação suficiente para todos os nossos pertences. Não deve haver móveis a mais a estorvar a circulação, mas sim soluções engenhosas e inteligentes. Quando os espaços se integram, os móveis e a decoração devem relacionar-se de forma lógica e fluida. 

Neste artigo, vamos partilhar consigo algumas fotografias de ambientes distintos que são pequenos, mas que incluem espaços bem organizados e funcionais. Pode pôr em práticas estas ideias seja na sala, no quarto ou na cozinha. Opções não faltam. 

Tome nota.

1. Criar um espaço perfeitamente integrado

Nas casas modernas, os arquitectos optam, cada vez mais, pelos open spaces. Em vez de cada divisão se circunscrever a quatro paredes, as áreas surgem integradas e interligadas. Isto faz com que se criem núcleos nas casas que são mais espaçosos, o que facilita o arranjo de soluções de arrumação práticas e úteis para o dia-a-dia. Hoje em dia, as casas são pensadas para responder às exigências de uma vida moderna que se desenvolve com rapidez e, por isso, requer soluções práticas. 

Nesta imagem, por exemplo, vemos como a cozinha foi dividida em duas partes importantes: a da ilha central, que integra o fogão e o forno, e a da parede, um volume que acomoda o frigorífico e o lava-louça. Na parte da parede, estão concentrados os serviços que exigem o abastecimento de água e as descargas. O interessante é que os espaços de circulação ao redor da unidade de cozinha também são áreas de trabalho. Quando as casas são exíguas, os espaços devem ter dupla utilização: funcional e de circulação.

2. Uma divisão, diferentes usos

Os estúdios resumem, por força das circunstâncias, várias funções dentro de um único espaço. É o caso do estúdio da imagem cujo ambiente foi organizado de forma exímia. De um lado temos a cama com gavetas em baixo para arrumação, do outro a secretária para estudar e/ou trabalhar e, à frente, uma mini-cozinha com um frigorífico alto e uma estrutura moderna para as refeições. As cores claras e a iluminação são determinantes para o sucesso deste projecto.

3. Os tectos altos são úteis e bonitos

Se a sua casa é pequena, mas tem tectos altos, então a solução mais natural é que aproveite os espaços na vertical. A sala que vemos acima, por exemplo, abriga uma estante a toda a altura e ainda um mezanino que cria uma divisão adicional na casa. 

4. Cada recanto é um possível local de armazenamento

Numa casa pequena, cada centímetro é válido e tem que ser bem aproveitado. Vale tudo menos desperdiçar superfície útil. Um recanto como este, por exemplo, pequeno e com tectos esconsos, é perfeito para receber um closet. A abertura zenital permite a entrada de luz natural no espaço, fazendo-o parecer maior e tornando-o mais luminoso.

5. Espaços integrados e com boa circulação

Um espaço integrado deve, na mesma, ter limites, nem que estes sejam apenas virtuais, ou seja, deve-se perceber onde começa e onde acaba cada área. Isso consegue-se, entre outras maneiras, através de uma inteligente distribuição dos móveis. Não são necessárias paredes ou quaisquer outras superfícies. Antes de distribuir efectivamente os móveis no seu open space, faça um plano num papel e certifique-se de que sobra espaço para circular e para arrumação.

6. Ilha central a servir a cozinha e a sala

Como explicámos, quando os espaços são pequenos, há que ser engenhoso e criativo. Uma ilha de cozinha, por exemplo, pode ser aproveitada como biblioteca do lado que dá para a sala, tal como se vê na imagem. Os cestos são uma boa solução para manter pequenos objectos inestéticos fora de vista (cabos, comandos, entre outros).

7. Utilizar esquinas para construir armários até ao tecto

Uma esquina parece não dar muitas opções, mas pode servir como espaço de armazenamento. O projecto da imagem é prova disso. Com gavetas de diversas alturas e caixas para manter cada objecto no seu devido lugar, é um exemplo perfeito de arrumação. 

8. Paredes subtis para separar espaços

APARTMENT “VERBI” Polygon arch&des Ruang Keluarga Minimalis
Polygon arch&des

APARTMENT “VERBI”

Polygon arch&des

Se quer separar ambientes numa casa pequena, mas sem recorrer a paredes grossas, então construa uma superfície – em gesso cartonado, por exemplo – que delimite os ambientes e seja, ao mesmo tempo, decorativa. Inspire-se na da imagem para o efeito.

9. Uma casa de banho bem organizada

Numa casa de banho com dimensões reduzidas, esqueça a banheira e privilegie, em vez dela, uma cabine de duche com superfícies envidraçadas. Além disso, dê prioridades às cores claras que farão com que o espaço pareça maior do que aquilo que realmente é. Para o lavatório, prefira um móvel suspenso que, pela sua leveza, reforce a sensação de amplitude.

Se não dispensa mesmo a banheira, veja como a pode incluir numa casa de banho pequena.

10. Alternativas arrojadas na cozinha

Como já mencionámos, o espaço não é só aproveitado na horizontal. Há possibilidade a explorar na vertical. Nesta pequena cozinha em L que comunica com a sala de estar e de jantar em casa, suspendeu-se uma estrutura de ferro preto sobre a península. Não é grande, mas tem espaço suficiente para se acomodarem alguns ingredientes e utensílios usados no dia-a-dia. Tudo à mão de semear. 

11. Bancadas de pequeno-almoço multifuncionais

As penínsulas ou as ilhas de cozinhas podem servir vários usos. Use estes volumes para a preparação de alimentos, para incluir espaços de arrumação e/ou electrodomésticos e como superfícies para refeições rápidas e informais do dia-a-dia. Só precisa de alguns bancos altos para pode desfrutar dela em pleno. 

Rumah Mewah Modern Minimalis Dengan Kolam Renang
Arrow navigation 3b3136b1
Casas inHAUS Rumah Modern

Butuh bantuan dengan projek Anda?
Hubungi kami!

Temukan inspirasi hunian